segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Hurley Pro - Alejo avança em Trestles

Alejo Muniz anda muito e despacha John Florence
Por João Carvalho

O catarinense Alejo Muniz é o quarto brasileiro classificado para a terceira fase do Hurley Pro em Trestles, na Califórnia, Estados Unidos. Dos três que competiram nos duelos que fecharam a repescagem na segunda-feira de ondas de 2-3 pés em Lower Trestles, ele foi o único que conseguiu vencer a sua bateria contra o havaiano John John Florence.

Alejo se junta ao recordista absoluto do campeonato, Adriano de Souza, além de Gabriel Medina e Filipe Toledo, que passaram direto para a terceira fase no domingo. Agora a vitória vale passagem para as duas rodadas classificatórias para as quartas de final da sétima etapa do ASP World Tour 2013, que tem prazo até sábado para ser encerrada em Trestles.

"Dois anos atrás o John John (Florence) me escovou aqui e me deixou muito nervoso, então estou muito feliz porque conseguir ganhar dele agora", disse Alejo Muniz. "Ainda cometi alguns erros na bateria, mas graças a Deus consegui vencer dessa vez. Pra mim está bem mais difícil esse ano, pois não estou bem no ranking (32.o lugar) e sempre caio com os principais cabeças de chave, então tenho que trabalhar dobrado pra poder avançar nas etapas".

Realmente o catarinense vai encarar outra pedreira na Califórnia, o bicampeão mundial e atual vice-líder do ranking 2013 do ASP Tour, o australiano Mick Fanning, na sétima bateria da terceira fase. Antes, Gabriel Medina enfrenta outro campeão mundial, o norte-americano C. J. Hobgood, no segundo duelo programado para a terça-feira em Lower Trestles.

Duas baterias depois, Adriano de Souza pega o havaiano Fredrick Patacchia, que na segunda-feira despachou o paulista Miguel Pupo com o segundo maior placar do campeonato, 17,43 pontos. Já Filipe Toledo será o último brasileiro a se apresentar na terceira fase, contra o australiano Julian Wilson na 11.a e penúltima bateria.

Além de Pupo, o carioca Raoni Monteiro também se despediu da competição em outro confronto direto entre Brasil e Havaí pela repescagem, contra Sebastian Zietz. O único mesmo que conseguiu uma vitória sobre os havaianos foi Alejo Muniz, que superou John John Florence por 15,80 a 13,83 pontos.

No domingo, por muito pouco ele não conseguiu a virada sobre o paulista Gabriel Medina na bateria que os dois estrearam juntos com o australiano Josh Kerr. Apesar de estar fora do grupo dos 22 primeiros do ranking que são mantidos no WCT para o próximo ano, Alejo está confirmando sua permanência entre os dez indicados pelo ranking unificado da ASP, o ASP World Ranking.

"Este é o meu terceiro ano no WCT e está sendo o pior de resultados, mas o que eu acho que estou surfando melhor", analisou Alejo Muniz. "Eu perdi várias baterias com notas altas, só que meus adversários acabam vencendo porque estou sempre enfrentando surfistas de ponta do ranking. Mesmo assim, estou confiante no meu surfe, principalmente depois da minha vitória no US Open of Surfing, um dos campeonatos mais importantes do mundo. O negócio é continuar trabalhando duro, treinando bastante, porque os resultados vão aparecer".

A grande surpresa da segunda-feira foi a eliminação do australiano Adrian Buchan que vinha de vitória na etapa passada do ASP World Tour nos tubos de Teahupoo, no Taiti. Ele perdeu o primeiro confronto do dia para o norte-americano Patrick Gudauskas e terminou em último lugar no Hurley Pro como Miguel Pupo e Raoni Monteiro. Os derrotados na repescagem recebem a premiação mínima de 8 mil dólares pela participação e apenas 500 pontos no ranking,

A primeira chamada para a terceira fase do Hurley Pro foi marcada para as 7h30 da terça-feira em Lower Trestles e a primeira bateria do dia será disputada pelo sul-africano Jordy Smith e o norte-americano Brett Simpson. A sétima das dez etapas do ASP World Tour 2013 está sendo transmitida ao vivo pela internet e o link pode ser acessado clicando-se no banner do evento na capa do www.aspsouthamerica.com

Segunda fase do Hurley Pro 2013

1 Kelly Slater (EUA) 13.67 x Dane Reynolds (EUA) 10.00
2 Joel Parkinson (Aus) 16.13 x Ian Crane (EUA) 12.74
3 Josh Kerr (Aus) 14.40 x Nathan Yeomans (EUA) 10.17
4 Adriano de Souza (Bra) 18.83 x Mitch Crews (Aus) 12.90
5 Patrick Gudauskas (EUA) 13.10 x Adrian Buchan (Aus) 9.40
6 Kai Otton (Aus) 12.67 x Kieren Perrow (Aus) 11.97
7 Alejo Muniz (Bra) 15.80 x John John Florence (Haw) 13.83
8 Jeremy Flores (Fra) 13.50 x Yadin Nicol (Aus) 12.37
9 Sebastian Zietz (Haw) 14.67 x Raoni Monteiro (Bra) 9.14 
10 Fredrick Patacchia (Haw) 17.43 x Miguel Pupo (Bra) 13.74 
11 Bede Durbidge (Aus) 11.37 x Damien Hobgood (EUA) 11.00
12 Kolohe Andino (EUA) 16.33 x Matt Wilkinson (Aus) 12.13


Terceira fase 

1 Jordy Smith (Afr) x Brett Simpson (EUA)
2 C. J. Hobgood (EUA) x Gabriel Medina (Bra)
3 Taj Burrow (Aus) x Kolohe Andino (EUA)
4 Adriano de Souza (Bra) x Fredrick Patacchia (Haw)
5 Kai Otton (Aus) x Jeremy Flores (Fra)
6 Kelly Slater (EUA) x Patrick Gudauskas (EUA)
7 Mick Fanning (Aus) x Alejo Muniz (Bra)
8 Michel Bourez (Tah) x Sebastian Zietz (Haw)
9 Josh Kerr (Aus) x Bede Durbidge (Aus)
10 Nat Young (EUA) x Travis Logie (Afr)
11 Julian Wilson (Aus) x Filipe Toledo (Bra)
12 Joel Parkinson (Aus) x Adam Melling (Aus)



Nenhum comentário:

Postar um comentário