sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Juiz brasileiro do WCT, Luli Pereira abre o jogo com o Woohoo

Galera pode saborear a vitória de Gabriel Medina em Teahupoo no novo site do canal Woohoo
O site do canal Woohoo está com um novo layout e uma cobertura bem ampla dos esportes de ação, música e arte, tradição que vem desde os tempos da revista Realce, lançada nos anos 80 pela dupla de surfistas Antonio Ricardo e Ricardo Bocão, amigos das praias do Rio de Janeiro.

Sob o comando de um inquieto Julio Adler, ex-competidor carioca, cronista de muitas mídias e rubro-negro fanático, os conteúdos do novo site estão bem dinâmicos e atraentes.

Caso da recente entrevista de Luli Pereira, catarinense que faz parte do seleto grupo de juízes do World Tour da ASP, numa reportagem de Junior Faria, ele uma revelação da nova geração da mídia.

"Eu venho do Brasil, a gente tem uma escola de julgamento e uma escola de surfe. Vamos supor que você seja um americano e tenha sua escola de julgamento e sua escola de surfe. Às vezes, se eu vejo um brasileiro surfando a onda, eu não vou ver a quantidade de defeitos que você viu. Porque eu estou acostumado com aquele tipo de approach, eu vou analisar a onda de um jeito. Um juiz americano talvez veja mais defeitos e a tendência é penalizar. Ou vice-versa.

Às vezes, por eu conhecer tal surfista, eu sei o que ele pode oferecer. E não vou recompensá-lo tanto quanto outro cara que não o conhece e se impressionou. Então isso varia muito, dentro do que cada um entende. Claro que isso está dentro de um critério, de um padrão. Quem não tem muita experiência tende a penalizar, por não querer mostrar que é o juiz mais baixo. Isso acontece com juiz brasileiro: quando sai uma nota de atleta brasileiro ele dá a nota mais baixa. Isso com o tempo você vai neutralizando, só a experiência vai te dar essa capacidade.", diz Luli num dos pontos altos da entrevista que discute os bastidores do julgamento no WCT.

Confira todos os detalhes desta entrevista surpreendente no site Woohoo. O canal Woohoo está disponível nas operadoras Net, Sky, Oi TV, Claro hdtv, Vivo e GVT.

Clique aqui para conferir a programação

Nenhum comentário:

Postar um comentário