quarta-feira, 8 de julho de 2015

Toda sensualidade do Globe BR Wax


Mariana Faioto. Foto: Haruo Kaneko





Um fotógrafo com um pseudônimo de depilação de pelos pubianos. Aos menos sabidos, o “brasilian wax” é como os americanos chamam um tipo de depilação feminina. Disso, tira-se BRWAX. Na verdade, ele é Haruo Kaneko.

Suas fotos tem o caráter principal de misturar tesão e incômodo. Ele vai te atrapalhar com a luz (ou a falta de), vai tentar tirar seu foco das bundas e seios que ele fotografa com o cenário devastado, vai contrastar demais, sumir com a cara da moça, desfocar a imagem toda, botar propositalmente uma poltrona suja, um quadro quebrado, uma escada de obra, um saco de lixo, alguma coisa velha enrolada em plástico-bolha.

É tudo um teste. Ou pelo menos deveria ser.

Para se ver no direito de curtir as mulheres das fotos, precisa-se despir de qualquer nojinho bobo que um ou outro procura manter. Não gosta de sujeirinha, acha ruim a falta de assepsia, se precisa de decoro e intimidade e um clima romântico, não é merecedor. As fotos do BRWAX mostram urgência, pancada, esquina paranoia delirante. É galhofa, é “nem aí”. E, no final, dá muito certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário